Mãe é mãe

Dona Edite veio de Búzios super preocupada com Sandrinha e o neto. Queria ver de perto como estava a filha. Mas o que ela não imaginava era que Helena seria sua dor de cabeça.

Logo de cara ela fica sabendo que o casamento da primogénita não está nada bem e que ela está hospedando Dora em sua casa. Edite não gosta nadinha de ter a presença de outra mulher num momento que o casal está fragilizado. Nos dias seguintes descobre que a filha e o marido mal se falam, que estão dormindo em quartos separados, que a filha está pensando em aceitar uma proposta de trabalho e que o marido nem faz idéia disso e a gota d`água: Bruno.

Ela sente o clima entre a filha e o rapaz e fica mais preocupada ainda. E desabafa com a filha: “Estou horrorizada Leninha, com tudo que estou vendo por aqui”. E dá uma lição de moral na filha dizendo que se ela não quer mais estar casada que deve “terminar com dignidade”. É dona Edite, está complicado essa história. Esse casamento já desandou há muito tempo.

Para deixar a dona da pousada ainda mais perplexa, Helena se descontrola quando Rafaela entra no quarto escancarando a porta e questionando se ela pode ir ao jantar. Helena aos berros diz que não e manda a pentelha ir embora.

É o verdadeiro “atirou no que viu e acertou no que não viu”. Preocupada com Sandrinha, Edite viu que precisa mesmo é ficar de olho em Helena.

Comentários

comentários

2 comentários em “Mãe é mãe”

  1. Mudando de assunto, hoje a novela Cama de Gato foi mara! hehehehe
    Enfim, Gustavo vai conhecer a ira de Verônica Veneno.
    hehehehehe
    Acho que ela vai sequestrar ele antes do casamento!
    Pobre, de marré marré, Rosenilde Pereira dos Santos.
    hehehehehe
    No fim ela vai ser feliz (Desculpa, mas tinha que comentar a novidade com você que não assiste mais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *