Caminhos opostos

Continuando sobre o beijo, pelo menos Júlia não saiu do carro correndo sem olhar para trás. Eles fecharam um ciclo. Cada um escolheu sua forma de superar a dor. Júlia casando. Pedro partindo.

A ida de Pedro para Fernando de Noronha (PE) me sinalizou uma coisa. Será que ele se envolverá com Taís (Maria Flor)? E o encontro dele com Miguel? Essas coisas em novela que não dá para entender. O cara é referência no Brasil quando o assunto é a Antártida. Tem mil trabalhos sobre o assunto, tem uma ONG conhecida, morre em um naufrágio na Antártida fazendo uma viagem sabática, que com certeza repercutiu nacionalmente nos noticiários e vai trabalhar na área dele, em Noronha – é bom lembrar – e ninguém o reconhece?

Por mais que ele não gostasse de ser fotografado, ele era professor, dava cursos, conhecia gente. Não é possível que ninguém que trabalhe com oceanografia não reconheça ele. Só porque agora é João? É super homem? Que por causa dos óculos vira Clark Kent. Mancada de novela.

Cuiuda a parte, o capítulo de ontem foi de despedidas. Júlia dizendo adeus a sua antiga vida e encarando a realidade de se casar sem amor. Tendo que ouvir a amiga sensata e a tia medrosa dizerem que a decisão dela é uma idiotice. E Pedro partindo os corações da família. Bernardo coitado. Ficou desorientado.

Inclusive, adorei apagação que Vicente deu em Marlene. Colocou ela no lugar. Por falar nesse pai, que homem bacana, neh? Pena que é do tipo que não pede ajuda. E isso irá, provavelmente, deixar a parte financeira da família doente. Porque a bola de neve está crescendo e em algum momento irá pesar.

Por falar em peso, Lailouca anda solitária. Ignorada por todos. Será que ela vai tomar jeito depois desse gelo? E Marta noiva? Fiquei pensando, as “amigas” insinuaram que Eriberto é gay, será que ela sabe e está sendo maquiavélica? Será que ela sabe, mas está em curso de um plano e não irá parar? Só aguardando cenas dos próximos capítulos.

 

Isso chamou minha atenção

Agenda vazia_MartaO chiquérrimo buffet de Marta deve ser bem requisitado. Mas por que a agenda que vive com ela só anda vazia? É ela folhear para “ouvir” a cigarra cri cri cri. 🙂 Não entendo isso. Custa rabiscar a agenda para dá veracidade a cena? Parece bobagem, mas esses detalhes enriquecem.

Foto: Carol Caminha

 

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *