Mudanças

Alguns pontos sobre os dois últimos capítulos:

  • Que diabos está acontecendo com Júlia? Anda tão apagada, sem graça… será que é por causa da dor por ter perdido Pedro? Ou é a atriz que anda morninha? Fechado esse parêntese… Ahh Júlia.. tão incompreendida pelo noivo. Dessa forma fica difícil não pensar em Pedro. Ainda bem que ela resistiu e não ligou. Porque no dia que ele decide seguir em frente receber uma ligação assim?! É para melar qualquer início de relacionamento. E essa decisão de Pedro já rendeu beijo. Não foi tão emocionante quanto o beijo dele com Júlia, mas está valendo. Pior é pensar que não vai dá em nada. Porque se amor entre primos já é chiclete, imagina entre meios-irmãos 🙂
  • Alguém me explica (Ô, produção?) o que está acontecendo com Irene. No mínimo, o que ela deveria fazer com o Vinícius “me deixa” era sugerir uma pílula azul ao invés dele tomar remédio para dormir. Me poupe, viu? Outra que parece perdida é Marlene. Tem cada argumento com Bernardo. Só fica falando da situação difícil deles e tal, mas compra uísque de R$ 150,00 e ainda ensina que a bebida é um forma de relaxar para os adultos. Oi?!  Bernardo é emburrado, mas é sensato. Quase sempre diz coisas que fazem sentido. Por isso não deixou barato. O que a mãe esta conseguindo é deixar o filho com ódio de Durval.
  • Finalmente Bernardo conseguiu o tão sonhado tênis. Presente de Júlia. Que tomou um puxão de orelha da mãe do garoto pelo mimo. O engraçado foi o momento que Marlene escolheu para se desculpar e tocar no assunto. Em plena delegacia num momento tenso onde todos aguardavam uma posição quanto a situação de Lailouca. É mesmo Joselita sem noção. kkk
  • E Lailouca?! Até querendo ajudar ela se estrepa. Pode-se dizer que foi tudo premeditada. Porque ela já foi com o cinzeiro na mão para atacar o babaca. Tudo ia bem para nossa heroína. Só que no meio do caminho surgiu um coágulo. Bom, além de ter salvado Elisa, algumas coisas importantes aconteceram paralelo a isso. Notamos que Branca realmente é uma chata de galocha, Luis e Elisa se encontraram (apesar de não ter notado nenhum olhar, nem nada…) e Júlia ficou solidária com a atitude da meia-irmã e provavelmente vão voltar as boas. Espero que agora esse recomeço seja mais leve.
  • Prática. É a palavra que define Marta. Ela mesma se pediu em casamento. Eu até fiquei confusa, porque tinha imaginado que eles já estavam noivos. Devo ter comido mosca em algum capítulo. A cara de Eriberto foi impagável. E a conversa entre eles depois? Acho que ela está ciente da situação. Por falar em Marta, quando comecei escrevendo sobre a novela defini ela como vilã. Mas acho que posso ter me precipitado. Mas, vou aguardar mais um pouco antes de mudar o status dela.
  • Outro que está mudando é Miguel. Com certeza foi fisgado pelo filho. A cara dele de felicidade dizendo que talvez ficasse mais tempo na instituição foi fofa. Pedro quase pulou de alegria. Adoro quando uma relação vai surgindo naturalmente…isso está acontecendo entre pai e filho. E está sendo bacana. Miguel está até mais relaxado. Pena que é por pouco tempo. Porque uma ex-namorada vai reencontrar ele e bagunçar o coreto. Acredito que a partir daí a curiosidade de Pedro em relação a história de Miguel irá aumentar.

Agora é aguardar cenas dos próximos capítulos.

Foto: Carol Caminha

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *