B… de BoBinho não tem nada

Não sei que tipo de homem é pior. Tipo Marcos que assume o posto de garanhão, mulherengo… ou de Bernardo que é pacato, quieto, tímido, que chega ficar constrangido com a forma sensual da namorada, mas que na primeira oportunidade…. pronto! Não pensa duas vezes e trai.
Alice não é mole e pelo jeito quando quer uma coisa vai atrás. A investida é tão escancarada que Clarice fica sempre alerta quando ela está por perto. Mas como diz minha vó, quando é pra trair sempre se arranja um jeito. E o bom moço, comportado, fiel, leal, não resistiu as investidas e levou Alice para conhecer a tão famosa casa em cima do restaurante. Malicioso já abriu um vinho, olhou com desejo para ela, se insinuou e ela não perdeu tempo…. eis que surge o beijo, mas por ele teria rolado bem mais.

Na festa da Vila – que por sinal ainda terá muito pano pra manga – se reencontraram e mesmo na presença da namorada deu umas indiretas, trocaram olhares. Bem, o “B” está ansioso para a próxima etapa depois do beijo. Será que a menininha sedutora dará conta da então experiente Alice e não irá perder o namorado?

Mas respondendo minha primeira pergunta: prefiro manter distância desses dois tipos de homens 🙂

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *