Uiiii

Acho maravilhoso o dom de Rodrigo/Carlos. A forma serena de falar sobre respeito, paz, espiritualidade; como ele lida com os animais, natureza. Enfim, a humanidade dele. Mas não vou mentir não, acho que sentiria um medinho dele. Coisas inexplicáveis assustam um pouco, neh? 
 
Falando em Rodrigo, que delícia o momento dele com Miriam. Eu torço por eles dois, mas tem o amor de infância, Elisa. Será que eles são almas gêmeas mesmo? Ou será que ficou uma pendência de outras vidas e antes deles seguirem adiante terão que resolver?

Só aguardando cenas dos próximos capítulos 🙂

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *