Castigo, vingança e segunda chance

Eu já comentei que achei castigo para Melissa vir novamente com esse amor doentio por Felipe, mas retiro o que disse. Castigo mesmo foi ter um filho que não a ama. Que de alguma forma consegue enxergar ela por dentro. E pelo jeito não gosta do que vê… na verdade, a vida dela é triste. “Carregando” um amor sufocante, vive uma vida que não gosta. E ainda tem uma mãe que a faz lembrar disso todos os dias. Não que Felipe não valha o esforço, mas tudo tem limite, não é?

Outro que dá nos nervos por causa de um amor sem medidas é Pedro. Não é possível que Lívia mais uma vez se deixe levar por esse rapaz. Porque no passado foi assim. Pedro aprontou todas, ameaçou, roubou, traiu, tentou agarra-la, fez e aconteceu, mas ela sempre relevava. Acreditava na mudança e amizade dele. E o que aconteceu? Viu esse ser doente de alma matar o amor de sua vida. A história irá se repetir? Ela não está atenta aos sinais. Se ela diz gostar dele, no mínimo deveria encaminha-lo para um tratamento. O ciúmes excessivo, a postura de que ela é sua posse, a forma que a cerca – aparecendo de surpresa ou ligando 20 vezes – tudo isso são sinais. E o maior erro de uma mulher é ignora-los.

E Emília? Faz meu couro cabeludo coçar. O rancor e ódio estão latentes. Mas foi interessante ouvir ela falar como o pai fomentou isso nela. Não aceitou que a mulher o tivesse abandonado com uma filha e transferiu esse sentimento para a pequena menina. Um grave erro. Até agora nem um lapso de doçura na empresária. Antes pelo menos esse sentimento surgia por Bernardo. Será que quando eles se conhecerem isso tudo mudará? E Vitória e Bernardo? Foi uma história tão carregada de sentimentos. Quase todos ruins. Como será esse reencontro? O que ficará mais em evidência? O carinho ou a indiferença entre mãe e filho?

Essa nova fase deve ser corrida. Lá e cá. Lá e cá. Afinal, já se passaram quatro meses de novela. Já rolou até beijo entre Lívia e Felipe. Coisa mais linda. Vamos aos tópicos para comentar esse bololô de encontros e reencontros de almas.

  • Quem encabeça a lista de insuportável da novela é Queiroz. Que ser desprezível. Não é justo Gema estar ao lado desse cara. Mas como a vida não segue em linha reta até a felicidade, talvez ela deva passar por esses tormentos até encontrar o maravilhoso Raul. Na contagem para esse encontro.
  • Vitória tem uma relação tão assombrosa com Bento. Ela parece gostar dele, mas ao mesmo tempo ter repulsa. Coisa mais estranha.
  • A relação entre Lívia e Emília não mudou muito, neh?
  • Levanta o braço quem suspirou com Felipe trabalhando na colheita. \o
  • Dona Nenem continua a mesma. Atenta nas conversas e tratando a pão de ló Botelho.
  • Rosa terá muito trabalho para colocar Alice na linha.
  • Emília está dando a entender que vai fechar negócio com Luís para no ultimo minuto voltar atrás? E despejar a mãe de casa? Má. Muito má.
  • Mulher é fogo. Felipe cheio de declarações, carinho… e Melissa pergunta: “que declaração é essa? Parece até que vc duvida”. É, meu velho, essa aqui lê os sinais.
  • O que Severa puder fazer para infernizar a cunhada ela faz em dobro. 🙂 Pelo jeito tem babado com ela, Roberto e Melissa. Será que foi mais uma armação de conquista? Como eles fizeram no passado com Anita?
  • Anita não deveria ser tão avessa ao amor. Afinal, ela e Afonso foram um dos que se deram bem no século XIX.
  • Que lindo a cena do beijo entre Felipe e Lívia. Apesar de ter gostado mais do reencontro deles na festa. Dançando.Que intimidade desses dois desconhecidos. Eles têm um amor indomável. Sem reservas. Não deixa de ser um amor perigoso também.
  • Confesso que achei desnecessário recriarem a cena de Lívia pisando nas uvas; mesmo entendendo a intenção da autora. Esse primeiro beijo poderia ter sido mais atual num ambiente antigo, já que estavam num museu.
  • Gostei desse som estilo Trasformers nas cenas entre os pombinhos. Quando eles “param” no tempo. Retrata bem a pausa na vida real.
  •  Zilda voltar nessa segunda fase numa família bacana, só prova que nem sempre colhemos o que plantamos. Ou será que na vida passada ela era mais vítima do que aparentava?
  • E a amizade entre Gema e Emília? Vai transcender o tempo?
  • A falta de fé de Ariel vai render alguns constrangimentos.
  • Que cena interessante o encontro dos quatro. Sentimentos do presente e do passado na atmosfera. Mas vamos aguardar o que vai se seguir esse (re)encontro.

Isso chamou minha atenção

Pernas_finasFiquei impressionada com as pernas finas de Lívia. Uau! Chegou a ser preocupante. Espero que tenha sido reflexo da fase difícil que Aline Moraes passou recentemente. Porque se continuar tão magra assim não dará conta do ritmo de filmagem.

Foto: Artur Meninea

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *