Rapidinhas

Sobre ontem… e com direito algumas imagens.

  • Captura de tela 2015-05-21 às 12.41.52Que implicância sem propósito é essa com o peso de Elisa? Ela está igual a quando viajou para o Japão. Talvez um pouco mais definida. Olha, Guida, quando Elisa estiver no nipe de Júlia você se preocupa. Na sequência das imagens: Elisa antes de ser modelo, modelo e o alerta vermelho.
  • Captura de tela 2015-05-21 às 12.55.31O cerco contra Durval foi armado. Será que ele vai escapar mais uma vez? A contar por Gerusa, dessa vez ele samba. E o sorriso dela quando o ex chegou? Pena que tudo vai acontecer em um dia de comemorações. Fiquei solidário por isso. Mas não se desespere, Marlene, depois passa. Imagens: A confusa. A vingadora. “Aí fui pego”.
  • Captura de tela 2015-05-21 às 13.13.55Tais está ferrada. Um marido distante e uma amiga insensível. Pelo menos ela já notou que a frase pronto de Pedro “vai dormir” é uma forma de se manter distante dela e tomou uma singela atitude. Já é alguma coisa. E Marina, minha gente? Não tem um mês que Rodrigo nasceu, num contexto onde a mãe o vê como um pequeno milagre e ela é convocada a sair de casa para dar um ombro amigo? Custava pelo menos ela ter ido na casa da recém mãe de primeira viajem (é importante sinalizar). E o que dizer das blusas que Tais vem usando? Alguém avisa que uma blusa decotada e um bom sutiã são fundamentais para uma mãe que amamenta toda hora? É muita ponta solta.
  • Foi um capítulo que caíram algumas “fichas”. A de Marina, por exemplo. Demorou, mas ela se deu conta que a postura dela diante o relacionamento com Miguel era furada. Ou melhor, o não relacionamento. Agora, ela foi maquiavélica ao pensar que Miguel e Lígia deveriam ficar juntos, neh? Porque sendo assim, segundo a análise dela, ele iria fazer parte do “clube” e perderia o interessa. Será?
  • E por último, e menos importante mesmo, Caio voltando de vez para novela. kkkk Agora está tudo certo. O Sr. quero ser pai, com a Sra. quero um filho e o  bebê que já vem com a família problemática serão feliz para sempre.

Antecipando Acontecimentos

Bola de crital 2Se não quer nem saber o que está por vir, pare aqui. Semana que vem já tem beijo entre Júlia e Felipe (até que enfim); Como não poderia deixar de ser, enquanto Júlia tenta se reestruturar, Pedro vai enfrentar um furacão em casa. Isso porque Luísa vai ouvir Laila comentar sobre o amor entre Júlia e Pedro. E vai correndo contar para Taís.  E contrariando toda minha especulação, ela vai sair de casa…com o filho (aleluia); E os beijos não param por aí. Luís e Isabel; Vicente e Luísa… mas claro que percalços irão surgir depois das bitocas. Vai aparecer uma mulher alegando que o filho dela é de Arthurzinho. Bem providencial. Na viagem com Felipe e Miguel, Júlia ficará sabendo do passado do quase pai biológico. E o que ela faz? Vai sair contando para todo mundo. kkk Mas é graças a ela que Lígia irá procurar Miguel. E tome mais beijos. 🙂

Foto: Google

 

Chamem a polícia. O bebê sumiu

Reservo  o espaço “Isso chamou minha atenção” para – entre outras coisas – falar sobre os erros da novela. Mas hoje vou fazer um post especial para falar de um erro grotesco do capítulo de ontem. O sumiço de Joaquim. Produção, vocês estão abusando nos descuidos. A novela é show! Pura emoção, mas erros como os de ontem são brochantes.

Recapitulando. Vicente chega possesso porque descobriu que Lígia mentiu para ele. Diz que precisa conversar no quarto. Ela que alimenta Joaquim percebe que o negócio é sério, deixa a criança no já conhecido cercadinho e se manda lá para dentro. Já no quarto eles discutem aos berros e depois de perderem o controle Vicente começa a catar roupas dizendo que vai embora. Lígia firme diz: “a casa é sua. Deixa que eu vou”.

Ela pega a bolsa e se manda sem nem olhar para trás. Ou melhor, sem nem olhar para o cercadinho. Só que Joaquim não está lá e com certeza não está com Pedro e Taís no quarto. E nem tão pouco com Júlia que tinha acabado de sair. Ou seja, Joaquim sumiu. Desapareceu. Puf!

E a família dele nem aí. Ninguém notou que a criança havia sumido. Ai ai…

Um dia trocam o bebê e no outro esquecem  de convocar Joaquim para a sequência da cena. Assim fica difícil não reparar.  (refresque a memória aqui)

É, Joaquim, não está fácil pra ninguém. kkk

 

Foto: TV Globo

 

O tufão Miguel

Lígia está devastada. E é aproveitando esse espírito que ela está jogando duro nas conversas. A primeira a cair no samba foi Isabel. Difícil conceder um perdão por algo tão grave. E a conversa entre elas? Essa autora é profunda, viu? Sai dessas discussões com frases feitas. O que torna tudo tão carregado de emoção. Bom acompanhar uma história assim…mas devaneios a parte,  Isabel não se fez rogada e tocou no calcanhar de Aquiles de Lígia. O sentimento por Miguel. E conseguiu abalar a jornalista. E ainda colocou mais tempero na tensão que paira na casa dela, já que Pedro ouviu (quase nada… é bom frisar) a conversa.

Vicente nisso tudo é de dar dó. Mesmo com uma bomba atômica caindo no colo o cara foi centrado e racional. Conseguiu enxergar através dessa poeira levantada um lado positivo. Felipe irá se salvar. Mas apesar disso tudo ele entende o impacto que é a presença de Miguel na sua vida. Não só por causa de Lígia, mas também por causa de Joaquim. E para piorar no capítulo de ontem ele pegou Lígia na mentira. Tudo bem que ela tinha decidido falar a verdade, mas não falou, neh? E hoje ele vai pedir explicações.

E conversa séria é o que não faltou nesses últimos capítulos. A mais esperada foi entre Lígia e Miguel. E como já esperava ele não destravou a língua. Como assim não sabe o que dizer? Ai tenta beijar? Tá maluco?! Tem situações que dizer que ama não adianta. Tem que explicar TUDO. Do trauma do passado que desencadeou o Miguel do presente. Mas não, ele resolve engasgar. E a característica típica de nos culparmos pela loucura do outro? Miguel some e ela se pergunta: o que foi que eu fiz? Agora, deu nó na garganta quando ela perguntou com um sentimento de desespero: “o que vc viu em mim ou no meu filho que provocasse tamanha rejeição, tamanho desamor…”. Putz! E ele nada. Eu fico me perguntando como um homem passando por esse estresse emocional vai conseguir doar um pedaço do fígado.

Espero que pelo menos a conversa entre ele e Pedro seja depois que se recuperar da cirurgia. Porque Pedro está numa fase complicada. Capítulo a pós capítulo é ele falando muito mal de Miguel e sendo um cavalo com Júlia. Já sobrou até para Felipe. E ele insistindo num ponto: o cara largou a mulher com um filho recém-nascido. Será que é a consciência sinalizando algo? Vai saber. Uma coisa é fato, ele está descompensando. Estigar o pai contra Miguel pintando um personagem que não existia em Noronha. “O jeito como ele trata as mulheres”. (Oi?!) Citou a relação do pai biológico com Marina… machista, cafajeste, mau-caráter… O engraçado dessa história é que Marina deve estar com essa sensação em relação a Pedro. Afinal, ela flagrou ele com Júlia.

A amante namorada ex meia-irmã chamou ele no eixo. Ahh que orgulho dessa garota. Andava tão apagadinha, mas foi incrivelmente sensata e verdadeira. Tocou num assunto importante. Será que Pedro irá segurar a barra de largar a mulher com um filho pequeno? Chegou a engolir a seco. Como de costume veio a velha frase “a situação é completamente diferente”. Mas como Júlia estava inspirada mandou… “diferente porque você conhece suas razões e não conhece as dele”… boa, menina. Está na hora de parar com esse mimimi e encarar seus monstros. Cadê Esther? Ela também é boa com as palavras.

Que por sinal anda apoiando Luís. Ô, gente, o bichinho ficou arrasado quando Isabel disse que não atenderia mais ele. Acho até que se não fosse tão sisudo chegaria em casa e pularia no colo da mãe para chorar. Essa é outra que tem o poder das palavras. Como pessoas que não aceitam meias verdades são sábias, neh? O encontro dela com Miguel foi engraçadíssimo. Ela toda espevitada, falante e ele cabisbaixo, sem graça, envergonhado… louco para sair correndo. kkk Outro que também precisou de colo foi Diego. Inseguro com a presença de Miguel. Afinal de contas o anônimo se materializou. Cada vez que tento entender a profundidade dessa história vejo como é complexo. Nada fácil.

Rapidinhas

  • Quando Marlene irá mandar Durval maníaco por jogo partir? Cara insuportável.  Todo cheio de segundas intenções nas insinuações em processar Miguel. Gente, será que realmente ficamos cegos por amor? Porque além de Júlia ter dito sobre o vício dele, tiveram alguns sinais que não tem como deixar passar.
  • Estou sentindo falta de Eriberto. Cadê você, querido?
  • Estou achando que Irene irá adotar Diana e de tabela terá um neto. Porque ela está se envolvendo cada vez mais na vida da garota.
  • Taís toda linda aparece de surpresa no momento de uma conversa importante entre Júlia e Pedro. A pauta: se ele vai conseguir viver em paz se separando da mulher grávida. Ele deveria aproveitar o encontro dos três para conversar, não é?

Isso chamou minha atenção

Captura de tela 2015-04-29 às 17.54.08Para tudo! Irene não pode ser mãe; porque ela não percebeu que a criança no berço não era Joaquim. kkk Como assim, produção, usaram outro bebê? O filho de Lígia tem uma jubona e o bebê intruso carequinha. Ai ai…

Foto: Isabella Pinheiro

Felipe. O sexto elemento

Nó na garganta. Essa frase descreve bem o capítulo de ontem. O sexto filho de Miguel apareceu. Numa situação bem delicada, dando início ao fim. Todos os irmãos se mobilizaram para fazer o teste de compatibilidade; com o resultado sem sucesso, uma nova medida deverá ser tomada. Se bem que todos pensam que o pai biológico está morto. Mas como contar isso para uma mãe desesperada que tem nessa busca pelo doador anônimo a última esperança? Que situação! Ainda bem que dois pessoas nessa trama podem fazer a diferença; e com isso a “reencarnação” de Miguel é inevitável.

Lauro e Isabel. Que por sinal não vêm vivendo bons momentos. Isabel chegou em casa soltando fogo pelas ventas – como diria minha avó – e saiu atropelando Lauro com a notícia da necessidade do transplante de fígado para o recém-chegado filho do amigo. Mas, como já disse, para todos ele está morto. E cá entre nós, a terapeuta segurou bem esse segredo, viu? Porque eu teria aproveitado o ímpeto quando soube de Felipe e teria dito a real. Se bem que ela não sabia o paradeiro dele. Talvez não adiantasse. Bem, mas Lauro sabia e conseguiu falar com ele. Fiquei com pena.

Gente, que turbilhão deve estar a cabeça de Miguel. Porque se para os meios-irmãos já foi um choque, imagina você está prestes a fazer o que sabe de melhor (no caso dele sumir/fugir) e recebe a notícia que tem um filho muito doente precisando de você. Dessa vez ele não seguiu a risca o que disse lá atrás: que “a partida precisa ser um corte rápido“. Ele fez questão de se despedir. Não só isso. Criou vínculos. Será que só ele não se deu conta que o antigo Miguel morreu naquele naufrágio? Uma coisa é certa, ele deve estar morrendo de medo; porque uma mega mentira será descoberta e ele  terá sua vida exposta – a tempos escondida no baú da memória – para ser remexida de cabo a rabo. E ainda encarar pessoas que confiaram nele, amaram…e acredito que se fosse no mundo real, até com a justiça teria que prestar contas. 🙂

Por falar em prestar contas, outro que está se afundando no seu próprio eu é Pedro. Ele está se dando conta que terminar com Taís não será tão simples assim. Por mais determinado que esteja, que ame Júlia, ele se entregou de verdade nessa relação com a ex economista, e mesmo falando em alguns momentos que o filho não foi planejado e tal, é difícil um cara sensível como ele não se envolver e não admirar o ser que está gerando aquela vida. Putz! Vai ser complicado. E se Júlia não souber conduzir as coisas vai acabar se tornando a “vilã”. Como aconteceu no flagra de Bernardo. Ele olhou para os dois juntos constrangido (sem contar que é estranho. Até ontem eram irmãos) e diria até com nojo daquilo tudo. Ainda bem que o casal se deu conta e decidiu maneirar nos amassos até Pedro resolver a vida dele.

Rapidinhas

  • Irene está radiante. Diana confirmou que a criança será dela. Vamos ver até quando essa confirmação se sustenta.
  • Marina não contava com essa… dá de cara com Pedro beijando outro e ela ainda ter que mentir para Taís? Deve ter ficado bem desapontada. E essa é uma situação típica que a garota que está com o marido da sua amiga fica rotulada de antipática (no mínimo) para sempre. kkk
  • Marlene não quis me ouvir e chamou Durval para sua casa sem antes conversar com Bernardo. Bom, ele não deu de cara com uma cueca a mais no varal, mas foi quase isso. Fez tudo errado. Agora que ele não aceita mesmo esse malandro.
  • Não canso de dizer…adoro Eriberto. 🙂
  • O que está acontecendo com Vicente? Está estranho, com um peso quase palpável, neh? Parece até que não gosta mais de Lígia. Tudo agora é motivo de briga. Pelo jeito vão se separar antes de Miguel aparecer.

Isso chamou minha atenção

Unhas_JúliaDas duas uma. Ou Júlia é psico por unhas bem feitas e corre para o salão (mesmo com o mundo desmoronando na cabeça) a qualquer sinal de esmalte saindo; ou a produção comeu mosca na sequência da cena e pintou as unhas da moça na cor errada. Fico com a segunda opção. Os detalhes, produção, detalhes…

Foto: Raphael Dias

Caminhos opostos

Continuando sobre o beijo, pelo menos Júlia não saiu do carro correndo sem olhar para trás. Eles fecharam um ciclo. Cada um escolheu sua forma de superar a dor. Júlia casando. Pedro partindo.

A ida de Pedro para Fernando de Noronha (PE) me sinalizou uma coisa. Será que ele se envolverá com Taís (Maria Flor)? E o encontro dele com Miguel? Essas coisas em novela que não dá para entender. O cara é referência no Brasil quando o assunto é a Antártida. Tem mil trabalhos sobre o assunto, tem uma ONG conhecida, morre em um naufrágio na Antártida fazendo uma viagem sabática, que com certeza repercutiu nacionalmente nos noticiários e vai trabalhar na área dele, em Noronha – é bom lembrar – e ninguém o reconhece?

Por mais que ele não gostasse de ser fotografado, ele era professor, dava cursos, conhecia gente. Não é possível que ninguém que trabalhe com oceanografia não reconheça ele. Só porque agora é João? É super homem? Que por causa dos óculos vira Clark Kent. Mancada de novela.

Cuiuda a parte, o capítulo de ontem foi de despedidas. Júlia dizendo adeus a sua antiga vida e encarando a realidade de se casar sem amor. Tendo que ouvir a amiga sensata e a tia medrosa dizerem que a decisão dela é uma idiotice. E Pedro partindo os corações da família. Bernardo coitado. Ficou desorientado.

Inclusive, adorei apagação que Vicente deu em Marlene. Colocou ela no lugar. Por falar nesse pai, que homem bacana, neh? Pena que é do tipo que não pede ajuda. E isso irá, provavelmente, deixar a parte financeira da família doente. Porque a bola de neve está crescendo e em algum momento irá pesar.

Por falar em peso, Lailouca anda solitária. Ignorada por todos. Será que ela vai tomar jeito depois desse gelo? E Marta noiva? Fiquei pensando, as “amigas” insinuaram que Eriberto é gay, será que ela sabe e está sendo maquiavélica? Será que ela sabe, mas está em curso de um plano e não irá parar? Só aguardando cenas dos próximos capítulos.

 

Isso chamou minha atenção

Agenda vazia_MartaO chiquérrimo buffet de Marta deve ser bem requisitado. Mas por que a agenda que vive com ela só anda vazia? É ela folhear para “ouvir” a cigarra cri cri cri. 🙂 Não entendo isso. Custa rabiscar a agenda para dá veracidade a cena? Parece bobagem, mas esses detalhes enriquecem.

Foto: Carol Caminha

 

 

Nó na cabeça

Putz! E essa história de Miguel? Não é à toa que o cara é tão perturbado. Perder a mãe de um jeito tão estúpido. Por não dá a chance ao pai de se explicar. Pilotar uma moto estando bêbado. Vê a mãe perseguindo ele e não parar. É claro que não foi planejado, mas essas atitudes levaram (indiretamente) a morte da mãe. Agora, como lidar com isso?

Pelo menos dessa vez ele contou a história completa para o amigo.  Será que algo mudou depois do naufrágio? Apesar que a postura de Lauro contribuiu muito. Cheguei a levar um susto quando ele estourou com Miguel: “eu tô de saco cheio.” É isso aí. Coloca ele no trilho, Lauro.

Não sei como, mas para Miguel tentar reorganizar a vida terá que mexer a fundo nessa ferida. Não vejo outra solução. Claro que estar cercado de amigos, familiares seria o ideal, mas como a terapeuta durona disse, tem que partir dele a solução. Por falar em amigo, e Lauro? Virei fã. Ele tem uma carinha de bobo, mas é tão gente boa, neh?

Sobre a decisão (mais uma vez) de Miguel em ir embora, é até compreensível. Afinal, ele se vê como algo podre. Eu só não entendo como é isso oficialmente. Porque para todo efeito ele está morto, neh? Será que tem que levar um tempo – já que não teve corpo – para ser dado realmente como morto? Será que ele está usando o cartão de crédito, documentos, passaporte… tudo no nome dele?

Resumo Express

  • Dei muita risada com a cara de Júlia entre Edgar e Pedro se estranhando. A bichinha até tentou melhorar o clima, mas não deu muito certo. Ainda por cima levou uma chamada do namorado. Que de bobo não tem nada. Já deu até uma frisada que Pedro precisa entender que eles são irmãos. Eita que o clima esquentou.
  • Ôô e Vicente agradando a esposa? Que coisa mais fofa. Por que, senhor, a gente não manda no coração?! Pensando melhor… ainda bem que não mandamos.
  • Irene que é tão durona e prática não aconselhou a irmã a mandar a baba embora? Só falou para ela orientar a moça a não abrir a porta para estranhos? Nem acredito. Lígia, me ouça. Procura outra. 🙂

Isso chamou minha atenção

Jornal_erroE a manchete com a matéria sobre o encontro entre os filhos do doador 251? Cadê o editor desse jornal? O correto é “meios-irmãos”. Ô, produção, consulta o prof. Pasquale.

Foto: Raphael Dias

Sim?!

Antes de vê Miguel, Lígia já estava com uma cara…ô, gente, porque a solução dos problemas é casar, arranjar alguém e por aí vai? A própria Lígia sinaliza que Pedro pode ter outras paixões, por exemplo,  o trabalho. Só que ela mesma não segue essa linha. E depois que viu o “defunto” aí foi que deu. Não tinha clima para nada. Se não fosse a insistência da irmã acho que nem entraria na igreja. Será que não seria o melhor?

E olha que não era só a noiva que estava de cara feia. E a sogra dela?? Com cara de nojo. kkk Ela falou algo que chamou minha atenção. Quando Vicente comentou que a esposa era independente, a mãe dele falou: “vamos vê até quando”. Sei não. Mas acho que isso é uma deixa para alguma coisa…vamos aguardar.

Sobre o casamento, fora as caras da noiva e da sogra, estava tudo lindo. O padre levantando a bandeira na linha “Papa Francisco” que família é família não importa os componentes, porque Deus não segue essas convenções mundana. Boa! Adorei o altar com aquelas flores ao redor. O vestido de Lígia estava na vibe da igreja. Simples e delicado. Só achei que o noivo sendo músico e dono de gravadora, poderia ter tido uma variedade musical. A noite toda a mesma música instrumental 🙂

Ressurgindo do gelo

E Miguel zanzando pela rua e depois aparecendo para Lauro? Se fosse eu ouvindo um amigo morto chamar meu nome… Oxê!? Sairia correndo sem olhar para trás. Estou ansiosa para entender como ele sobreviveu. Porque dizem que a água da Antártida é tão fria que parece faca enfiando no corpo. E por que demorou tanto para aparecer?! O jeito é esperar.

Isso chamou minha atenção

Sem alianças_LigiaeVicenteLígia e Vicente casaram e não trocaram alianças? Como no contexto geral eles seguiram a linha tradicional (igreja, padre, flores…), senti falta das alianças. Ô, produção, pode explicar?

Fechada ou aberta?

Luciana já resolveu sua situação com Jorge. Colocou um ponto final no noivado; ainda falta Miguel terminar oficialmente com Renata para que os dois rotulem a relação. Miguel, é claro, não poderia deixar passar em branco esse momento e vai visitar – com flores e cartão – a paciente VIP dele.
Mas o que chamou minha atenção na cena bonitinha dos dois não foram os movimentos dos braços de Luciana e nem a carinha de “me beija” dela, mas a porta do quarto. Em um momento Isabel estava tentando ouvir atrás da porta do quarto de Luciana se rolava um “sexo lá dentro”, sendo que um instante antes, Miguel havia entrado no quarto e deixado a porta aberta. Que mistério. E nem para dizer que no instante que Isabel subia para ouvir ele fechou a porta, porque depois que Tereza flagrou a filha atrás da porta e levou ela para a sala – porta fechada – voltou a cena dos pombinho e advinha? Porta aberta.

Mas um erro gritante do(a) continuista de Viver a Vida. Já disse: DEMITE.